Tel: (11) 4122-3733
rkdiagnostico@rkdiagnostico.com.br

Qual é o peso ideal para o meu pet? Será que “ uns quilinhos a mais” fazem diferença para a sua saúde? Qual é o problema em ele estar mais “gordinho”? É necessário ofertar petiscos todos os dias como agrado, já que não tenho muito tempo disponível para ficar com o meu melhor amigo? Será que aquele pedacinho de pão é realmente um vilão? Porque ele está engordando se ele come à vontade, mas só ração light?

Dúvidas como essas são as mais comuns entre os tutores de cães e gatos. O alimento não é só uma necessidade nutricional, mas uma forma de interação importante entre os pets e seus responsáveis. Hoje dispomos de uma grande diversidade de alimentos e petiscos que podem ser ofertados aos nossos animais, porém todo excesso tem as suas consequências. A superalimentação ou alimentação inadequada dos animais faz com que a obesidade seja uma das principais doenças da atualidade.  O acúmulo excessivo de gordura tem a capacidade de deteriorar as funções orgânicas, gerando prejuízos a saúde e ao bem-estar.

Sim, um quilo pode fazer toda diferença! Ser “gordinho” não é sinônimo de saúde. E isso é algo facilmente observado quando prestamos um pouco mais de atenção ao dia a dia de um a cão obeso.  Eles costumam apresentar dificuldade para fazer até as coisas mais simples como levantar com agilidade, interagir com outros cães ou mesmo com o seu tutor, passear ou até mesmo se coçar. Muitas vezes, uma simples caminhada pode levá-los a exaustão! O excesso de peso gera sobrecarga nas articulações e ossos, o que pode gerar ou ainda agravar lesões, causar dor e inflamação crônica. A obesidade reduz a qualidade e a expectativa de vida. Nos gatos ela é o principal fator de resistência à ação da insulina, levando a Diabetes Mellitus.

E como identificar o sobrepeso ou a obesidade? O médico veterinário pode ajudá-lo a reconhecer se o seu cão ou gato tem o peso ideal ou se está obeso, pode avaliar as causas da doença e dar toda orientação necessária sobre os alimentos mais adequados, considerando a idade, o estado reprodutivo e outras doenças que o paciente tenha concomitante ao excesso de peso.

A atividade física realizada de forma adequada, sob a orientação de profissionais especializados, traz inúmeros benefícios para o paciente que sofre com a obesidade.

O trabalho do médico veterinário realizado em conjunto com os donos de pets pode trazer inúmeros benefícios, entre eles o aumento da expectativa de vida do nosso melhor amigo.

Deixe um Comentário